Acadêmica da ACIESP Conquista Prêmio Internacional da L’Oréal-Unesco

Publicado em 27/05/2024 | Texto: Josué de Moraes* 

Alicia Kowaltowski é laureada com o Prêmio Internacional L’Oréal-UNESCO para Mulheres na Ciência 2024

Alicia Kowaltowski, membro titular da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP), conquistou um prêmio internacional de grande relevância: o L’Oréal-UNESCO para Mulheres na Ciência 2024. A pesquisadora, vinculada ao Instituto de Química da Universidade de São Paulo (IQ-USP) e ao Centro de Pesquisa de Processos Redox em Biomedicina (CEPID Redoxoma), foi laureada na categoria “Ciências da Vida e Ambientais”.

A premiação, que acontecerá em Paris no dia 28 de maio, reconhece a notável contribuição de Alicia para a compreensão do metabolismo energético e suas implicações em doenças crônicas como obesidade, diabetes e envelhecimento. Kowaltowski é uma das cinco cientistas de todo o mundo a receberem o prêmio este ano. Ela representa a América Latina e Caribe, região que tem Alicia como referência na área da bioquímica.

Trabalho inspirador: A pesquisa de Alicia é considerada fundamental para o avanço da ciência e abre caminhos promissores para o desenvolvimento de novas terapias contra doenças crônicas. Além de sua pesquisa inovadora, Alicia também se destaca como mentora de jovens cientistas e defensora da ciência na América Latina.

Um prêmio que faz a diferença: O Prêmio Internacional L’Oréal-UNESCO para Mulheres na Ciência busca promover o equilíbrio de gênero na área científica e incentivar a participação de mulheres nessa área crucial para o desenvolvimento da sociedade. O programa, que já homenageou mais de 4.400 mulheres ao longo de 26 anos, contribui para inspirar novas gerações de cientistas.

A conquista de Alicia Kowaltowski é um marco para a ciência brasileira e um exemplo inspirador para mulheres que desejam seguir carreira na área científica.

Para mais informações, acesse a página da UNESCO e do CEPID REDOXOMA.

*Josué de Moraes é Coordenador do Núcleo de Pesquisa em Doenças Negligenciadas da Universidade Guarulhos e Diretor-Executivo da ACIESP.  

Tags :
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest