Ivano Gebhardt Rolf Gutz – ACIESP

Membros & Equipe

Ivano Gebhardt Rolf Gutz

Data de Nascimento:

27/01/1951

Ano de Posse:

2007

Compartilhe este perfil:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Pesquisar por nome

Bacharel em Química pela FFCL de Araraquara, atual Instituto de Química da UNESP, doutorou-se em 1978 pelo Instituto de Química da Universidade de São Paulo (IQ-USP), instituição em que desenvolve carreira acadêmica desde então, tendo ascendido ao cargo de Professor Titular em 1992. Realizou pós-doutorado em Química Analítica Ambiental na Universidade de Dortmund, Alemanha, e estágios nos EUA (Caltech e NMSU) e no Reino Unido (Universidades de Bristol e Swansea). Desenvolveu e aplicou de forma pioneira no país um sistema para medições eletroquímicas rápidas com controle, aquisição e processamento digital de dados (tese de doutoramento, 1978), evoluindo para a automação do sistema com novas técnicas eletroquímicas, análise quimiométrica e gráficos tridimensionais (tese delivre-docência, 1985). Criou e aperfeiçoou, com seu grupo, métodos e técnicas eletroanalíticas, eletrodos, células eletroquímicas e espectroeletroquímicas, sistemas em fluxo, inclusive microfluídicos, circuitos e softwares para estudos de adsorção, difusão, equilíbrio de complexos binários e ternários e processos catalíticos, assim como sistemas analíticos dinâmicos abrangendo separação, concentração, derivatização e/ou tratamento fotocatalítico de amostras para análise de traços e aplicações ambientais, entre outras. Idealizou sistema em fluxo de processamento eletroquímico interfaceado à eletroforese capilar (EC-CE). É autor do programa CurTiPot, com mais de 200 mil cópias distribuídas em mais de cem países. Dá mais importância à geração de contribuições criativas e originais e à formação sólida de pós-graduandos que à multiplicação de publicações. Participou ou esteve à frente de mais de cem comissões institucionais, grupos de trabalho e de organização de eventos; compôs diretorias de sociedades científicas (Diretor Executivo da Academia de Ciências do Estado de São Paulo, 1 tesoureiro de SBQ e, repetidamente, vice-Presidente da ABQ-SP); foi reconduzido várias vezes à Commission on Electroanalytical Chemistry da International Union of Pure and Applied Chemistry (IUPAC) e é Fellow da IUPAC; atendeu a mais de cento e trinta convites para proferir palestras e conferências, incluindo algumas plenárias e key-notes no exterior; coordenou comissões e representou a USP em fóruns de desenvolvimento sustentável já na década de 1990, e.g., proposta da USP para a Carta da Terra (Earth Charter, promulgada em 2001); participou do corpo editorial de dois periódicos nacionais e dois internacionais; foi chefe do Departamento de Química Fundamental do IQ-USP duas vezes e vice três vezes; coordenou a pós-graduação em Química Analítica no IQ-USP; foi membro do Conselho Universitário da USP; coordenou a Olimpíada de Química do Estado de São Paulo de 1997 a 2020 e foi homenageado com a criação do Prêmio Prof. Ivano Gutz para vencedores da OQSP. Recebeu a Medalha Eduardo Neves, por contribuições à Eletroanalítica. É Membro Titular da Academia Brasileira de Ciências e da Academia de Ciências do Estado de São Paulo e Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico.