Henrique Eisi toma – ACIESP

Membros & Equipe

Henrique Eisi toma

Data de Nascimento:

05/02/1949

Ano de Posse:

1982

Compartilhe este perfil:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Pesquisar por nome

Bacharel, Licenciado (1970) e Doutorado em Química pela Universidade de São Paulo (1974), realizou pós-doutorados no Brookhaven Nat.Lab. e Caltech (EUA). Iniciou-se no magistério como Professor de Química do Colégio Estadual Prof. Américo de Moura (CEPAM 1968-1971), e depois como Professor Assistente na USP (1972), evoluindo na carreira, como Professor Doutor (1974), Livre Docente (1979), Adjunto (1982) e Titular (1992). Sua trajetória científica teve início sob supervisão dos Profs John M. Malin e Henry Taube (Univ. Stanford, Nobel 1983), atuando em cinética, reatividade e catálise por compostos de coordenação. Nos anos 80 passou a dedicar-se à química bioinorgânica e química supramolecular, focalizando principalmente os compostos macrocíclicos, porfirinas e modelos biomiméticos envolvidos em transferência de elétrons e fotoconversão de energia. A partir dos anos 90, seu interesse convergiu para a área de nanotecnologia molecular, desenvolvendo sistemas, processos, dispositivos e aplicações baseados em materiais moleculares e supramoleculares, nanopartículas superparamagnéticas, plasmônicas e semicondutoras, e nanomateriais híbridos funcionais. Vem atuando fortemente na divulgação científica junto ao setor educacional, social e empresarial, principalmente na área de nanotecnologia e nanociências. Tem atuado também em comitês cientificos do CNPq, FAPESP, e PADCT. Coordenou o Instituto do Milênio de Materiais Complexos, e inúmeros projetos de pesquisa financiados pela FAPESP, CNPq e Petrobrás. É coordenador do Núcleo de Apoio à Nanotecnologia e Nanociências da USP. Foi Chefe do Departamento de Química da USP. É Pesquisador 1A do CNPq desde 1983, Guggenheim Fellow, Membro da Academia Brasileira de Ciências, Acad. Ciencias Est. S. Paulo, IUPAC e Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS). Recebeu cerca de 25 prêmios nacionais e internacionais, incluindo o Rheinbold-Hauptmann, TWAS Chemistry Prize, Fritz-Feigl, Jabuti e a Comenda Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico. Ministrou 58 disciplinas de pós-graduação, orientou 74 teses de doutorado e mestrado, 15 pós-doutorados, 40 alunos de iniciação científica. Publicou 16 livros, 35 patentes depositadas, além de 462 artigos indexados com cerca de 10.600 citações (ISI, h= 46) ou google scholar 13540 (h = 54 i10 308)